top of page

A importância da Saúde da Mulher nos dias atuais.

Atualizado: 7 de ago. de 2023


A importância da Saúde da Mulher nos dias atuais.

Nós sabemos que no Brasil, cerca de 51,7% da população brasileira é composta por mulheres. Podendo notar que de certa forma, o tema sobre ‘Saúde da mulher’ é pouco discutido.

Sabemos que é indispensável priorizar os cuidados femininos, mesmo com o cotidiano turbulento e que se faz toda a diferença, mas afinal podemos aumentar a expectativa de vida e melhorar a saúde por si só?


A saúde de mulheres e meninas é uma preocupação particular porque, em muitas sociedades, elas são prejudicadas pela discriminação enraizada em fatores socioculturais. Por exemplo, mulheres e meninas enfrentam maior vulnerabilidade ao HIV/AIDS.


Acompanhe este e outros assuntos relacionados ao bem-estar da mulher em nosso post.


Para te guiar sobre o assunto, listamos abaixo alguns tópicos que serão abordados durante o post:


  • As 6 dicas de saúde que toda mulher deve levar a sério!

  • Vamos falar sobre hábitos de alimentação saudáveis.

  • Praticar atividade física, ajuda o metabolismo.

  • Tenha mais conhecimento sobre os exames de rotina:



As 6 dicas de saúde que toda mulher deve levar a sério!



Muitas mulheres adquirem o hábito de cuidar das necessidades de saúde e bem-estar dos outros antes de cuidar da sua própria saúde. Mas o fato é que você está realmente em uma posição melhor para cuidar das pessoas mais importantes para você quando faz da sua própria saúde uma prioridade. Não importa qual seja sua idade ou estado geral de saúde, essas 6 dicas de saúde podem ajudá-lo a aumentar suas chances de uma saúde melhor ao longo da vida:


1) Pare de fumar. Isso reduzirá muito suas chances de desenvolver doenças pulmonares e cardíacas.


2) Não economize no sono. Além de combater os sinais de envelhecimento, o sono regular promove o estado de alerta mental e ajuda a manter os níveis de estresse sob controle.


3) Evite o sol durante os picos das 10h e 14h. Quando precisar sair de casa, use um protetor solar de amplo espectro com FPS 30 ou superior.


4) Consulte o seu médico todos os anos. Mesmo se você estiver se sentindo bem, verificações regulares de bem-estar e exames de saúde podem aumentar suas chances de detecção precoce de problemas.


5) Faça atividades físicas. Uma parte importante da sua vida. Mesmo que você só tenha tempo para 20 minutos de exercício por dia, um hábito de atividade regular ao longo da vida beneficia seu coração saudável e ajuda você a manter o controle de seu peso e níveis de estresse.


6) Faça da boa nutrição uma prioridade. Evite dietas radicais ou excesso de indulgência em favor de uma dieta realista que inclua muitas frutas e vegetais.



Vamos falar sobre hábitos de alimentação saudáveis.


Sabemos que independentemente da idade da mulher, especialistas em nutrição geralmente recomendam uma dieta focada em frutas, vegetais, fibras e proteínas.


As mulheres em idade fértil também precisam de alimentos com ácido fólico (como vegetais de folhas verdes, feijões e frutas cítricas) para ajudar a prevenir defeitos congênitos. Para as mulheres que passaram pela menopausa, é recomendável aumentar a ingestão de alimentos com cálcio e vitamina D (como frutos do mar, frutas, laticínios com baixo teor de gordura e gema de ovo) para prevenir doenças ósseas. [Fonte: Healthline Article].


Praticar atividade física, ajuda o metabolismo.


Ao longo de sua vida, uma atividade física que inclua 20 a 30 minutos de atividade cardíaca diária (como caminhar, correr, nadar, caminhar ou andar de bicicleta) é recomendado para a saúde do coração, controle de peso e redução do estresse. Particularmente à medida que você envelhece, pode ser benéfico complementar sua rotina de exercícios com levantamento de peso ou outras atividades de treinamento de força que ajudam a prevenir a perda de densidade óssea e massa muscular. [2]


Tenha mais conhecimento sobre os exames de rotina:


Colesterol e pressão arterial: As mulheres com 20 anos ou mais devem considerar os testes anuais de colesterol e a verificação da pressão arterial como parte de sua rotina regular de cuidados com a saúde. Seu médico pode recomendar uma programação mais frequente se você tiver um histórico familiar de problemas nessas áreas ou outros fatores de risco.


Exames pélvicos e Papanicolau: Mulheres com idades entre 21 e 65 anos devem fazer exames pélvicos anuais e um exame de Papanicolau pelo menos a cada três anos.



Exames de mama e mamografias: Geralmente, todas as mulheres devem fazer um exame de mama todos os anos a partir dos 20 anos. A maioria dos profissionais de saúde recomendam mamografias anuais dos 40 aos 50 anos e mamografias a cada dois anos após esse ponto. Além disso, você deve adquirir o hábito de auto-exames mensais de seus seios. [3]



Exames de osteoporose: Mulheres com 65 anos ou mais correm maior risco de problemas com os ossos, e é por isso que a maioria dos médicos recomenda exames anuais de densidade óssea a partir dos 65 anos.



Exames Colorretais: Depois de completar 50 anos, solicite ao seu médico sobre exames recomendados (como colonoscopias) para câncer colorretal e outros problemas potenciais.



Câncer de Pele: As mulheres de todas as idades devem desenvolver o hábito de prestar atenção às mudanças na pele ou nas manchas e marcas de nascença. Certifique-se de relatar qualquer coisa que pareça diferente quando você fizer verificações anuais de bem-estar. Se você tiver fatores de risco para câncer de pele, como histórico familiar, pele clara ou histórico de queimaduras solares na infância. [3]



Diabetes: Além de conhecer os sinais e sintomas do diabetes e controlar seus fatores de risco, você pode precisar de exames regulares a partir dos 40 anos, dependendo do histórico familiar e dos fatores de risco.



Para ter um serviço de Plano de Saúde focado no bem-estar, muitas empresas hoje em dia contratam um Plano de Saúde, e nós sabemos que os tramites internos são complicados e burocráticos, e é nesta hora que nós da Genoa Seguros podemos te auxiliar da melhor forma através do nosso time, onde contamos com a excelência no seu atendimento.



Possuímos uma plataforma única e exclusiva onde o seu RH poderá visualizar todos as demandas relacionadas com Plano de Saúde e Odontológico da sua empresa.


Para mais informações, dúvidas e esclarecimentos, acesse nosso site:







Fonte:

[2] LEITÃO, Marcelo Bichels. Posicionamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte: atividade física e saúde na mulher. São Paulo: Rev. Bras Med Esporte, 2000.


[3] FERREIRA, Verônica Clemente; FERREIRA, Mariana Regazzi. Saúde da Mulher, Gênero, Políticas Públicas e Educação Médica: Agravos no Contexto de Pandemia. Brasília: Rev. Bras.Educ, 2020.

コメント


bottom of page