top of page

O esgotamento mental pode estar ligado ao Burnout?

Atualizado: 7 de ago. de 2023


O esgotamento mental pode estar ligado ao Burnout?


Quem nunca ouviu falar em “Burnout”? Termos como “stress”, “esgotamento” e “trabalho em excesso” fazem parte do vocabulário de muitas pessoas e, infelizmente, são utilizados de maneira tão natural que às vezes nem paramos para pensar no que eles realmente significam.


As barreiras entre trabalho e a rotina em casa, tornaram-se cada vez mais tênues. Muitos de nós trabalhamos mais horas, cuidamos dos filhos durante o dia de trabalho e, para muitos, nossos meios de interação social e ambientes sociais mudaram.

Deste modo elaboramos este post para te guiar sobre como entender as causas do esgotamento de “Burnout” e como ela impacta a vida dos colaboradores.

Para te guiar sobre o assunto da melhor forma, iremos abordar alguns tópicos neste post:



Mas afinal, o que significa o termo Burnout?


O que muitos não sabem, é que o “burnout” é um termo técnico que foi cunhado pelo psicólogo americano Herbert Freudenberger, em 1974, para descrever o estado de exaustão emocional, mental e física que um indivíduo pode chegar ao estar constantemente exposto a situações de stress.


Burnout é um estado de exaustão emocional, física e mental causado por estresse excessivo e prolongado. Ocorre quando você se sente sobrecarregado, emocionalmente esgotado e incapaz de atender às demandas constantes. À medida que o estresse continua, a pessoa começa a perder o interesse e a motivação que o levaram a assumir um determinado papel em primeiro lugar.


O esgotamento reduz a produtividade e esgota sua energia, deixando-a cada vez mais desamparado, sem esperança, cínico e ressentido.


O estresse pode estar me afetando?


O estresse do mundo moderno é cada vez mais comum e pode afetar qualquer pessoa, independentemente da idade, raça ou classe social. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o estresse é a “reação física, mental ou emocional do organismo a um estímulo externo ou interno que represente uma ameaça ou uma demanda”.


O estresse crônico pode levar à fadiga adrenal, que por sua vez pode se manifestar de diversas maneiras, incluindo ansiedade, depressão, insônia, falta de apetite, dores de cabeça, alterações de humor e diminuição do desempenho no trabalho ou na escola.


O trabalho em excesso ou o excesso de responsabilidades são algumas das principais causas do estresse crônico, mas outros fatores, como problemas pessoais ou situações de vida difíceis, também podem desempenhar um papel.


Quando o estresse crônico não é tratado, pode levar à “síndrome do esgotamento profissional”, mais conhecida como “burnout”. O burnout é um estado de exaustão extremo que pode afetar tanto o corpo quanto a mente.


Como o Burnout pode prejudicar meu bem-estar?


Pessoas que sofrem de burnout costumam se sentir cansadas, irritadas e deprimidas. Elas podem ter dificuldade de se concentrar e de tomar decisões, além de ter problemas para dormir e para se alimentar de forma saudável. O burnout também pode levar ao isolamento social e à perda de interesse nas atividades que antes eram prazerosas.


Em geral, o burnout é causado pelo estresse crônico no ambiente de trabalho. Pessoas que trabalham em um ritmo acelerado, que têm muitas responsabilidades ou que lidam com situações de conflito no trabalho são mais propensas a desenvolver o burnout. [Fonte: The Latest Research Mental Health and Wellness – Harvard Business Review].


O tratamento do burnout geralmente envolve a diminuição do estresse no ambiente de trabalho, bem como a mudança de alguns hábitos pessoais, como a alimentação e o exercício. Segundo a OMS, a terapia também pode ser útil para diminuir o esgotamento mental.


Alguns sinais e sintomas físicos de burnout:

● Sentindo-se cansado e esgotado na maior parte do tempo.


● Imunidade baixa, doenças frequentes.


● Dores de cabeça frequentes ou dores musculares.


● Mudança no apetite ou hábitos de sono.


Agora você deve estar pensando em como evitá-las, quando você tem uma carga de trabalho compatível com sua capacidade, pode realizar seu trabalho com eficiência, ter oportunidades de descanso e recuperação e encontrar tempo para crescimento e desenvolvimento profissional. Quando você se sente cronicamente sobrecarregado, essas oportunidades de restaurar o equilíbrio não existem.


O que você pode fazer quando seu trabalho afeta sua saúde.

O esgotamento profissional é um tipo especial de estresse relacionado ao trabalho – um estado de exaustão física ou emocional que também envolve uma sensação de realização reduzida e perda de identidade pessoal.


"Burnout" não é um diagnóstico médico. Alguns especialistas acham que outras condições, como a depressão, estão por trás do esgotamento. Os pesquisadores apontam que fatores individuais, como traços de personalidade e vida familiar, influenciam quem experimenta o esgotamento profissional.


Seja qual for a causa, o esgotamento profissional pode afetar sua saúde física e mental. Considere como saber se você está esgotado no trabalho e o que pode fazer a respeito. [Fonte: Mental Health UK – Burnout].


Mas afinal, quais são as possíveis causas que leva ao esgotamento profissional?


O esgotamento do trabalho pode resultar de vários fatores, incluindo:


Falta de controle: A incapacidade de influenciar as decisões que afetam seu trabalho – como sua agenda, atribuições ou carga de trabalho – pode levar ao esgotamento do trabalho. O mesmo pode acontecer com a falta de recursos de que você precisa para fazer seu trabalho.


Extremos de atividade. Quando um trabalho é monótono ou caótico, você precisa de energia constante para manter o foco – o que pode levar à fadiga e esgotamento do trabalho.


Falta de apoio social. Se você se sente isolado no trabalho e em sua vida pessoal, pode se sentir mais estressado.


Desequilíbrio trabalho-vida. Se o seu trabalho consome tanto do seu tempo e esforço que você não tem energia para passar tempo com sua família e amigos, você pode se esgotar rapidamente.


Saiba como lidar com o esgotamento no trabalho:


  • Tente definir metas para o que deve ser feito e o que pode esperar.


  • Procure apoio. Seja por colegas de trabalho, amigos ou entes queridos, o apoio e a colaboração podem ajudá-lo a lidar com este tipo de situação. Algumas seguradoras de Plano de Saúde possuem apoio médico e psicológico.


  • Pratique atividades físicas, fazer algum exercício, sabemos que a atividade física regular pode ajudá-lo a lidar melhor com o estresse.


  • Durma um pouco. O sono restaura o bem-estar e ajuda a proteger sua saúde.


  • A atenção plena é o ato de focar no fluxo da respiração e estar intensamente consciente do que você está sentindo e sentindo a cada momento, sem interpretação ou julgamento. Em um ambiente de trabalho, essa prática envolve enfrentar as situações com franqueza e paciência e sem julgamento.


Sabemos que o esgotamento no trabalho pode levar ao estresse diário, então saber lidar com as situações do dia a dia da melhor maneira e tentar cuidar da Saúde Física e Mental é de suma importância. Para te orientar melhor sobre o tema, nós elaboramos um post sobre Saúde Mental no Trabalho, onde sabemos que as doenças mentais são as principais causas de afastamento do trabalho. Isso significa que, cada vez mais, é necessário que o tema “saúde mental no trabalho” seja discutido e que medidas sejam tomadas para garantir que essa saúde esteja em dia.


Para ter um serviço de Plano de Saúde focado no bem-estar, muitas empresas hoje em dia contratam um Plano de Saúde, e nós sabemos que os tramites internos são complicados e burocráticos, e é nesta hora que nós da Genoa Seguros podemos te auxiliar da melhor forma através do nosso time, onde contamos com a excelência no seu atendimento.


Possuímos uma plataforma única e exclusiva onde o seu RH poderá visualizar todos as demandas relacionadas com Plano de Saúde e Odontológico da sua empresa.


Para mais informações, dúvidas e esclarecimentos, acesse nosso site:



Comments


bottom of page